Seja bem-vindo ao Dakota Johnson Brasil! Sinta-se à vontade para comentar nos posts, visitar nossa galeria e ficar informado sobre a atriz e modelo Dakota Johnson. Esperamos que aproveite todo o conteúdo que o site tem a oferecer e volte sempre.

Arquivo de 'Filmes'



01.02.2018

Na última quarta-feira, 31 de janeiro, Dakota esteve presente no programa Late Night com Seth Meyers, para divulgar o filme Cinquenta Tons de Liberdade. Além de falar do filme, a atriz contou um pouco sobre sua audição para a Juilliard e sobre esquiar. Confira a seguir vídeos legendados da entrevista e screencaps:

01.02.2018

Em recente entrevista à Dire DonnaDakota Johnson fala sobre características e personalidade de Anastasia e Christian Grey. 

Confira o vídeo legendado e screencaps na galeria:

01.02.2018
postado por Anna C e categorizado como Cinquenta tons de liberdade, Filmes, Galeria, Screencaps, vídeos

Cinquenta Tons de Liberdade estreia nos cinemas brasileiros em menos de 10 dias e, enquanto esperamos por esse último capítulo na história de Anastasia e Christian, novas cenas do filme foram divulgadas. Confira abaixo os vídeos legendados pela nossa equipe e em seguida screencaps:






31.01.2018

Dentre várias entrevistas concedidas recentemente, o co-star e amigo de Dakota, Jamie Dornan, a mencionou enquanto estava conversando com a equipe da revista M2. Confira o que ele disse à seguir:

Num filme que você tem que atuar em cenas extremamente íntimas, é bom o fato de que você e Dakota Johnson se dão bem.
Jamie: Nós temos um carinho grande pelo outro. Dakota e eu tivemos que ter química para fazer isso funcionar desde o início, e agora nós continuaremos sendo amigos apesar da franquia estar chegando ao fim. Nós passamos por essa jornada juntos. Entendemos de verdade o que isso significou. Acredito que sempre ajudaremos um ao outro, precisamente por causa do impacto que esses papeis tiveram em nossas carreiras e personalidades. É uma conexão que durará para sempre.

Mas houve momentos que vocês caíam na gargalhada, certo?
Jamie: Temos que cair! Não faria esse trabalho se não me divertisse. Eu me lembro que não conseguíamos parar de rir durante a cena do casamento, quando percebemos que o mesmo cara que estava conosco na cena do elevador no primeiro filme estava sentado lá, na fileira da frente. A vida é muito curta e você tem que aproveitá-la. Eu e Dakota nos fazemos rir facilmente. Você tem que respeitar seu trabalho, mas também se divertir, pois somos atores e nossa missão é entreter as pessoas.

Fonte | Tradução: Laura M.

31.01.2018

Recentemente, aconteceu uma press conference de ‘Cinquenta Tons de Liberdade’ em Los Angeles e as estrelas do filme, Dakota Johnson e Jamie Dornan, compareceram, dando uma série de entrevistas. O GMA News publicou uma delas, em que os dois falam sobre o longa. Confiram a entrevista traduzida à seguir:

Los Angeles — A temperatura em nosso escritório em Beverly Hills estava ficando alta. Não por causa dos 31ºC lá fora, mas por causa do casal mais quente das telonas atualmente, Jamie Dornan eDakota Johnson, que estavam presentes.

Jamie, 35 anos, chegou usando uma jaqueta azul clara casual, camiseta branca, calças pretas com sapatos marrons. Dakota, 28 anos, estava elegante usando uma blusa branca com pregas laterais e colarinho alto, um par de calças pretas que iam até o joelho e scarpin preto.

Apesar de terem chegado separadamente, eles se abraçaram e brincaram com o outro quando se encontraram. Nós conversamos com eles separadamente e descobrimos mais sobre cada um, assim como o que pensam do último filme da franquia de “Cinquenta Tons” que deu um nome à eles na indústria.

Sobre o que descobriram sobre o outro:
JD: Ela tenta esconder, mas tem uma risada roncada. Mas quando ela está realmente achando graça, ela ronca. Agressivamente, e aí ela não consegue parar de roncar.
DJ: Jamie faz uma coisa quando está comendo. Às vezes, ele guarda comida na lateral da sua boca e conta uma história. Mas, será uma história bem longa, então ele fica com ela bola de comida na lateral da boca por tempo demais.

Sobre o que as pessoas não sabem sobre eles:
JD: Sou obcecado por esportes. Eu queria jogar rúgbi quando era criança. Mas sou obcecado por golfe. Eu joguei golfe hoje de manhã antes de vir para cá, apenas para acalmar minha mente. Mas teve o efeito oposto. Eu joguei muito mal.
DJ: Eu adoraria me casar com alguém que apoia e respeita meu trabalho assim como faz com o dele.

Sobre as reações que recebem por interpretar esses papeis:
JD: Bem, nossa filha mais velha começa a estudar em setembro, então eu serei capaz de te dar uma resposta melhor. Mas mesmo no maternal, eu fiquei um pouco ciente disso, nesse caso, o aspecto das risadinhas. Eu dou risada também. Acho engraçado. Parte de mim não consegue acreditar que fiz esses filmes. Eu ainda tenho esse pensamento de, por que fizeram filmes desses livros? Mas eles fizeram e eu estou neles.
DJ: Pessoas me agradeceram por ajudá-las a se sentirem sexualmente libertas e eu não acho que isso é algo que devem agradecer a mim. Isso é definitivamente para Erika, para E. L. James. Eu só fui uma condutora, um receptáculo.

Sobre o que Dakota descobriu depois de interpretar Anastasia:
Eu descobri que proteger minha privacidade é provavelmente o trabalho mais importante que terei na vida.

Sobre as perguntas que Dakota fez ao “consultor de fetiches”:
Eu perguntei tudo: Como começar a fazer isso é provavelmente a primeira. Eu queria saber o máximo possível. Eu faço pesquisas para um trabalho, então foi de tudo, mas Jamie passou mais tempo com ele porque Anastasia não tem realmente um conhecimento sobre esse gênero sexual antes de conhecê-lo [Christian].

Sobre conversas que Dakota teve com sua mãe, Melanie Griffith, e avó, Tippi Hedren, sobre trabalhar em Hollywood:
Eu conversei muito sobre isso com minha avó porque ela passou por uma experiência horrível com Alfred Hitchcock. Isso, que aconteceu nos anos de 1950, se aplica à todos os problemas que as mulheres estão falando agora. Estava tentando lembrar o ano exato mas tem acontecido por muito tempo. Sim, nós conversamos sobre isso em casa mas não é necessariamente uma coisa fácil de se falar. É difícil. É ruim pensar em minha avó passando por isso, então se posso fazer algo para mudar as coisas para as novas gerações, para futuras atrizes, vindas de mim ou não, eu definitivamente tentarei fazê-lo.

Fonte | Tradução: Laura M.