Seja bem-vindo ao Dakota Johnson Brasil! Sinta-se à vontade para comentar nos posts, visitar nossa galeria e ficar informado sobre a atriz e modelo Dakota Johnson. Esperamos que aproveite todo o conteúdo que o site tem a oferecer e volte sempre.

Arquivo de 'Entrevista'



04.03.2017
postado por Laura Melo e categorizado como Cinquenta tons mais escuros, Dakota Johnson, Entrevista, Fotos

Dakota, em uma recente entrevista à entrevista britânica OK! Magazine, conta sobre sua amizade com o ator Jamie Dornan, o que mudou do primeiro para o segundo filme de Cinquenta Tons, seus pais, entre outras coisas. Leia o artigo e confira os scans logo após:

Revivendo seu papel como Anastasia Steele em Cinquenta Tons Mais Escuros, Dakota Johnson parece emocionada por estar de volta para a segunda parte da trilogia super comentada. Sendo a filha de Melanie Griffith e Don Johnson, e neta da estrela vencedora do Globo de Ouro, Tippi Hedren, atuar sempre esteve no sangue de Dakota.

Linda e amigável, Dakota parece estar finalmente se familiarizando com o seu estrelato, mas ela ainda acha o conceito de ter fãs ‘estranho’.

A estrela de 27 anos também admite que a terceira e última parte da franquia de cinema, Cinquenta Tons De Liberdade, estreando no próximo ano, será a última vez que ela trabalha com o colega de elenco Jamie Dornan. “Se fizéssemos [mais], seria tudo sobre Christian e Ana juntos novamente, e por que fazer isso com nós mesmos?” ela diz.

Jamie, de 34 anos, recentemente descartou os rumores de que seu casamento com a esposa Amelia Warner havia sofrido depois de filmar cenas de sexo quentes com Dakota, chamando-os de “repugnantes”. E parece que Dakota também esta desmentindo as fofocas dizendo que Amelia é “a mais legal”.

Aqui, Dakota se abre sobre sua química com Jamie, por que ela fez seus pais prometerem que não veriam suas cenas mais quentes o que ela mais vai sentir falta nos filmes de Cinquenta Tons..

Como você se sentiu ao voltar e fazer tudo de novo?
Dakota Johnson:
A pressão se foi – bem, quase! Estamos confortáveis, confiantes em nós mesmos. As pessoas gostaram do que fizemos no primeiro filme quando tudo parecia um risco, desesperador. Como ele vai ser recebido? Qual será a reação dos fãs? Então, sabendo que as coisas estão mais garantidas para o segundo é um grande alívio.

Você e Jamie parecem ser realmente próximos…
DJ:
É, de verdade, uma das amizades mais próximas que fiz em menos tempo na minha vida, apenas baseado na quantidade de tempo que realmente nos conhecemos. Eu amo Jamie, confio nele e realmente não poderia te dizer se conseguiria ter feito isso sem ele.

Qual foi a melhor coisa sobre trabalhar com Jamie?
DJ:
Ele é meu parceiro dos sonhos e ele me apoiou, assim como eu o apoiei. É pedir muito de duas pessoas, dois atores, para aceitar essas situações altamente emocionais e sexuais, mas acho que nós nos orgulhamos. Ele será meu amigo pelo resto da minha vida. Eu o adoro, adoro sua esposa e suas bebês lindas. Eles são a família mais unida.

Você passou muito tempo com a família dele?
DJ:
Essa foi provavelmente o melhor parte das gravações, ter a chance de passar um tempo e brincar com elas [Jamie e Amelia têm um filha de 3 anos, Dulcie, e uma de um ano, Elva). Tão lindas.

Foi estranho filmar cenas românticas com Jamie, e depois sair com sua esposa?
DJ:
Não, ela é a mais legal.

Anastasia parece estar mais madura neste filme. O que você pensa disso?
DJ:
Eu amo seu arco desde uma garota muito inocente, inexperiente, com uma certa falta de experiência de vida e depois ver esta jornada emocional, espiritual, intelectual e sexual do começo se transformar em algo empoderado e forte com integridade e graça. Não tem um momento em que acho que ela se comprometeu. Essa jornada foi fascinante.

Jamie disse que sexo está melhor neste filme – você concorda?
DJ:
O sexo está definitivamente melhor. Ela sabe mais o que quer. Está mais confiante agora e possui um entendimento sobre o que faz ele agir de certa forma. A conexão deles está mais forte, suas emoções são mais profundas. Isso já não torna o sexo melhor?!

Você perdeu mais suas inibições nesse filme?
DJ:
Não sei se eu realmente cheguei a ter fortes inibições. Não tenho problemas com nudez, nunca tive e nunca terei. Acho o corpo humano lindo. Cresci ouvindo para amar seu próprio corpo e ser confortável com você mesmo.

Você sempre quis seguir os passos dos seus pais?
DJ:
É o que sempre sonhei e o que me faz mais feliz.

Que conselho eles lhe deram, ou até mesmo sua avó, sobre o indústria?
DJ:
Minha avó é um ídolo para mim, ela me dá muita inspiração e força com suas palavras e no modo como ela navegou por esta indústria. Ela diz para confiar nos meus instintos, confiar em mim mesma e ser eu mesma.

Seus pais verão os filmes?
DJ:
Não, isso não aconteceu, nem vai acontecer! É difícil para eles, ver o enorme movimento em torno dos filmes, já que sou uma parte deles, mas não poderem assisti-los. Sei que é difícil. Mas eu fiz eles prometerem e eles respeitam a decisão.

Você tem uma cena incrível com Kim Basinger onde você joga uma bebida em sua cara. Como foi gravar isso?
DJ:
Eu odiei! Me sentia terrível, é Kim Basinger, pelo amor de Deus! Eu ficava me desculpando mas ela dizia: “Vamos novamente, enlouqueça!”. Eu queria praticar no Jamie, mas isso o teria desarrumado para a cena (risos)! Foi definitivamente um dos momentos mais estranhos da minha carreira e provavelmente da minha vida.

Como sua vida mudou desde que o primeiro filme foi lançado?
DJ:
É estranho que as pessoas pareçam saber tanto sobre mim. Isso é muito confrontante e eu não acho que vou me acostumar algum dia. O sentimento de que eu não pertenço totalmente a mim mesma é difícil de abordar. E nunca vou achar que é normal. Nunca vou pensar, isto é apenas parte da minha vida.

Agora você já acabou de filmar a trilogia de Cinquenta Tons. Do que você mais vai sentir falta?
DJ:
Jamie Vou sentir falta de suas piadas. A maioria delas são engraçadas – algumas nem tanto assim!

Scans | Tradução: Laura M. e Bárbara S.

03.03.2017
postado por Laura Melo e categorizado como Cinquenta tons mais escuros, Dakota Johnson, Entrevista

Recentemente, Dakota concedeu uma entrevista ao site do Golden Globes falando sobre sua vida, Cinquenta Tons Mais Escuros, seu pais, entre outras coisas. Confiram o artigo traduzido na íntegra a seguir:

Há menos de um mês, milhões de mulheres norte-americanas marcharam em prol dos direitos das mulheres são direitos humanos. Agora, a garota do momento é a protagonista de um filme em que a mulher assina um contrato em benefício da submissão sexual a um homem. Ela é Dakota Johnson, tem 27 anos, e o filme é Cinquenta Tons Mais Escuros, o segundo da trilogia de mais vendidos da autora E. L. James.

Dois anos atrás, com a estreia de Cinquenta Tons de Cinza, Dakota era a grande novidade em Hollywood: uma atriz filha dos atores Don Johnson e Melanie Griffith, que aceitou o papel de uma amante em uma história complexa de dominação sexual. Dakota agora não é mais um mistério quando a encontramos na véspera do lançamento de seu filme. Ela está usando um vestido longo e preto por Shaina Mote, pediu um capuccino e me contou imediatamente o que tem de bom na Itália, onde gravou seu primeiro filme com Luca Guadagnino, A Bigger Splash, e depois do remake do filme de Dario Argento, Suspiria. Cinquenta Tons Mais Escuros conta que o relacionamento entre o bilionário Christian Grey e a jovem Anastasia Steele não é mais somente sexo e que, como todos os casais, agora é a hora de aprender sobre o passado do outro, por mais que seja doloroso.

Nos filmes, você é uma mulher bem transgressiva. Mas, nova na indústria, você não é muito vista em público. Por quê?
Eu sou uma garota muito caseira. Prefiro ficar na minha sala de estar com amigos do que nos holofotes.

Com as cenas de sexo no filme, no entanto, você parece muito confortável. De onde vem toda essa confiança em si mesma?
Desde que minha mãe me ensinou que todas as mulheres são lindas e você deve ter orgulho do seu corpo. Então não há mal em mostrá-lo.

Como sua vida amorosa mudou depois de Cinquenta Tons…? Você acha que os homens estão mais fascinados ou intimidados contigo?
Não sei, ultimamente minha vida tem sido bem privada.

Nesse filme, sua personagem não quer voltar para Christian Grey. Como você se comporta quando é rejeitada na vida?
Simples, eu me desfaço em mil pedaços. Brincadeira. A verdade é que, quando algo está errado, eu prefiro lidar com isso racionalmente ao invés de abordar o assunto com agressividade. Isso é o que faz de mim uma mulher livre e nunca submissa.

Você tem uma tatuagem no seu braço com a palavra “tender”, gentil. Você não gostaria, no entanto, de ser mais forte?
Eu não acredito que uma mulher sensível também não possa ser uma pessoa determinada.

Um dos temas atuais do filme é que um grande amor pode curar as feridas do passado. Você concorda?
Sem dúvida, e não precisa nem ser “grande”.

Seus pais se acostumaram com esse papel super sexy?
Eles são protetores, mas agora se focam mais nos erros que cometo fora do set.

Por exemplo?
Se eu me sentir muito insegura.

Você se arrepende de Cinquenta Tons?
Graças à esses filmes, eu tenho a chance de trabalhar com muitas pessoas que admiro. No entanto, nem todos conseguem entender porquê eu aceitei um papel como esse e isso me deixa mal.

O segundo filme tem mais sexo…
De fato, Cinquenta Tons Mais Escuros é mais sobre que tipo de mulher Anastasia quer ser, e se ela quiser um futuro, deve saber o quão disposta está para ligar Christian a seu passado.

No primeiro filme da trilogia, Cinquenta Tons de Cinza, sua personagem estava assinando um contrato de verdade de submissão a um homem. Nos dias atuais, nós vimos o grande movimento das mulheres sobre reivindicar os direitos adquiridos. O que você acha?
Eu entendi a questão, mas como uma mulher livre e independente eu também tenho o direito de não precisar explicar a alguém como sou ou como me sinto sobre cada tópico. Meu trabalho tem a ver com o filme, eu não direi a outros que ideias eles devem ou não ter.

Fonte | Traduçao: Laura M.

03.03.2017

Os protagonistas de Cinquenta Tons Mais Escuros, sequência da famosa saga erótica, contaram como vivem o sucesso. Barbie Simons os entrevistou para a CARAS, única revista argentina que falou com eles.

Os fãs de Cinquenta Tons de Cinza estão extasiados: o novo filme da saga protagonizada por Dakota Johnson (27) e Jamie Dornan (34) – baseado no best-seller mundial da autora britânica E. L. James – não só arrasa na bilheteria, mas também segue despertando paixão irrefreável.

É que a história que descreve a tórrida e sensual relação entre uma universitária recém-graduada, Anastasia Steele, e o jovem magnata dos negócios, Christian Grey, e se destaca por suas cenas explicitamente eróticas, que incluem elementos de dominação e masoquismo, está longe de terminar. E o fogo de sua discussão, muito menos: logo que o inicial magnetismo entre o casal se converte em um perigoso jogo de dominação sexual, Anastasia decide se afastar o máximo possível do namorado para começar do zero uma nova vida. Mas, para delírio dos seguidores do romance, nesta continuação a protagonista volta a cair nos encantos do elegante e milionário galã, mesmo que, em uma virada intrigante, esta vez ela exige que não haja mais castigos, regras e segredos.

Com lançamento em 57 países, se espera que o filme gere entre 115 e 155 milhões de dólares em seus primeiros dias nos cinemas. A euforia de seu predecessor e a escolha do público pelo thriller erótico de mais sucesso dos últimos tempos parece responder positivamente às previsões dos produtores e estúdios cinematográficos. Sua sequência Cinquenta Tons de Liberdade, já foi filmado e sua estreia está prevista para fevereiro de 2018, no dia de São Valentim.

“É muito lindo tudo o que está acontecendo com os fãs, a resposta e o feedback que tivemos até o momento. Os fãs gostaram de tudo que viram e é gratificante porquê tudo o que fazemos é em função deles. Decidi ser ator principalmente porquê não queria fazer nenhum trabalho em que eu precisasse ficar sentado em um escritório. Não tinha o temperamento. É verdade que tive uma infância muito livre e talvez isto ajudou para esse filme. Não me surpreendem as ações do meu personagem. Aceito o que cada pessoa deseja e queira para sua intimidade. Christian Grey mudou minha vida. Nunca antes havia estado em algo com tanta exposição, atenção, e, inclusive, certa histeria. Falo por mim e Dakota. Foi uma viagem muito emocionante. Com ela nos dávamos muito bem e trabalhamos muito confortáveis. Nos fazia rir o tempo todo”, contou Jamie Dornan, o ator que interpreta o extravagante Christian Grey, durante a conversa que manteve com Barbie Simons, jornalista da C5N, única revista argentina escolhida para entrevistar a estrela e Dakota Johnson, os protagonistas do esperado filme.

A bela atriz que interpreta Anastasia Steele também disse o que acha sobre a euforia que acompanha o filme: “É certo que minha vida mudou muitíssimo e de uma maneira significante. Tive a sorte de viajar por todo o mundo. Estou rodeada de gente brilhante ao meu redor e há fãs do filme que foram incríveis comigo. Talvez o que mais gostei é que tive a oportunidade de trabalhar e estar exposta a muitas coisas. O mais lindo foi reencontrar-me com amigo. Se acredito que o mundo está transando melhor graça a nós e ao filme? Sim, acredito e fico feliz por isso”, afirmou a filha de Melanie Griffith e Don Johnson, fascinada com o presente que vive.

Fonte | Traduçao: Larissa F.

28.02.2017
postado por Laura Melo e categorizado como Dakota Johnson, Entrevista

Recentemente, Dakota deu uma breve entrevista à OK! Magazine e ela falou sobre sua amizade e parceria com o ator Jamie Dornan. A seguir, leia a matéria contida no site do Metro UK:

Nem pensem nessa direção. Primeiramente, (infelizmente) Jamie é casado com Amelia Warner e o casal tem duas filhas juntos. Segundamente, Cinquenta Tons não é real. Desculpa destruir todos os seus sonhos.

Mas Dakota se abriu sobre seu relacionamento com o co-star Jamie, dizendo que ele a fazia se sentir confortável em algumas daquelas cenas de sexas atrevidas.

Ela contou à OK! Magazine: “É, de verdade, uma das amizades mais próximas que fiz em menos tempo na minha vida, apenas baseado na quantidade de tempo que realmente nos conhecemos.”

“Eu amo Jamie, confio nele e realmente não poderia te dizer se conseguiria ter feito isso sem ele.”

A atriz de 27 anos continuou a dizer: “Ele é meu parceiro dos sonhos e ele me apoiou, assim como eu o apoiei.”

“É pedir muito de duas pessoas, dois atores, para aceitar essas situações altamente emocionais e sexuais, mas acho que nós nos orgulhamos.”

“Ele será meu amigo pelo resto da minha vida. Eu o adoro, adoro sua esposa e suas bebês lindas.”

“Eles são a família mais unida.”

Seus comentários certamente vão contra os rumores de que o par não se dá bem, que os perseguiram durante a divulgação do primeiro filme, Cinquenta Tons de Cinza.

Fonte | Tradução: Laura M.

27.02.2017

Dakota e Jamie cederam uma entrevista para o Screem Slam durante a divulgação de ‘Cinquenta Tons Mais Escuros’ e ela já foi traduzida e legendada pela equipe do site. Confiram: